APRESENTAÇÃO

 

 

A ADRUSE - Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela é uma associação de direito privado, sem fins lucrativos e de utilidade pública.

Data de constituição: 3 de Maio de 1991

Objecto social: promoção, apoio e realização de um aproveitamento mais racional das potencialidades endógenas dos concelhos que integram a sua área de actuação, por sua iniciativa ou em colaboração com organismos ou serviços oficiais ou privados, nacionais, estrangeiros ou internacionais, tendo em vista o desenvolvimento rural e a melhoria das condições de vida das populações.

Entidades Fundadoras
• Câmaras Municipais (Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Gouveia, Manteigas e Seia)
• Entidades públicas (Direcção Regional de Agricultura da Beira Interior e Parque Natural da Serra da Estrela)
• Caixas de Crédito Agrícola (Fornos de Algodres, Seia e Vila Nova de Tazem)
• Cooperativa Agrícola de Seia

Para o arranque da ADRUSE foi decisiva a candidatura ao Programa Comunitário LEADER Apesar da escassez de meios e da novidade de intervenção, conseguiu alcançar um dos dez primeiros lugares atribuídos a Portugal e começar a administrar a aplicação de mais de 900 000 contos, incentivando projectos e iniciativas enquadradas no que se designou “LEADER Serra da Estrela”. A ADRUSE atravessou, posteriormente, uma crise de sobrevivência e de crescimento. No entanto consegui recuperar, readquirindo a respeitabilidade e retomando uma posição de entidade fulcral em iniciativas em prol das populações e do desenvolvimento regional. Continuou a gerir o LEADER II e passou a responsabilizar-se pelas acções do Centro Rural do Alto Mondego e entrou no campo da aplicação de acções de formação profissional. Actualmente assume-se como uma entidade creditada e imprescindível no universo das acções de desenvolvimento local e regional.

Presidente do Conselho de Administração
Dr. Carlos Filipe Camelo Miranda de Figueiredo

Coordenador da equipa técnica
Dr.ª Carmo Sofia Ambrósio